Pousadas em Juquehy

Localizada no município de São Sebastião, a Praia de Juquehy tem a comodidade de estar em uma das maiores e mais bem estruturadas cidades do Litoral Norte de São Paulo. Para suprir a necessidade dos moradores, turistas e pessoas em geral que vão até a praia para curtir as altas temporadas, o local conta com uma excelente infraestrutura. Confira algumas pousadas de Juquehy :

A Pousada Baobá fica a apenas 350 metros da praia de Juquehy. Sua decoração é rústica e a pousada é cercada de muito verde, o que dá uma sensação ainda maior de contato com natureza. Além disso, possui piscina, suítes bem arejadas e internet sem fio, para aqueles que não podem se desconectar do mundo lá fora. A Pousada Baobá está localizada na Travessa Anhanguera, 81, Sertão de Juquehy.

Pousada Baobá JuquehyPousada Baobá

A Pousada Marambaia traz um ambiente aconchegante repleto de paz e tranquilidade. Com apartamentos tipo flat, os hóspedes também podem aproveitar ótimos momentos nas áreas livres do local, incluindo uma belíssima piscina com deck. A Pousada Marambaia fica na  Rua Maria Madalena Faustino, 402.

Pousada Marambaia JuquehyPousada Marambaia

A Pousada Bico Verde encanta por sua arquitetura tropical, com muita área verde e respeito à natureza. Com atendimento diferenciado, possui seis tipos diferentes de apartamentos e área de lazer que agradam a toda família, com playground e uma belíssima piscina com divisões adulto e infantil. A Pousada Bico Verde fica localizada na Rua Tiradentes, 91.

Pousada Bico Verde JuquehyPousada Bico Verde

Já a Pousada Terra chama a atenção por sua arquitetura requintada. Com ótima localização, suas áreas principais são todas envidraçadas para que o hóspede contemple a belíssima paisagem e a piscina da pousada. Com áreas de convivência em estilo rústico e quartos extremamente confortáveis, vale conhecer a pousada, que fica na Avenida Benedito Izidoro de Moraes, 460.

Pousada Terra JuquehyPousada Terra

A Pousada Alcatrazes faz o estilo pousada “pé na areia”. Com excelente localização, possui sauna, spa com hidro e piscina climatizadas com vista para o mar, garantindo ótimos momentos de descanso, mas também com muita diversão. A Pousada Alcatrazes fica localizada na Avenida Mãe Bernarda, 937.

Para maiores informações sobre pousadas em Juquehy acesse http://www.roteirodeturismo.com.br/hoteis-e-pousadas/sao-paulo/juquehy/.

texto | Roteiro de Turismo

Conheça o Zorah Beach Hotel, eleito o ‘Hotel do Ano 2014/2015′

Zorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach HotelZorah Beach Hotel

Fotos: divulgação Zorah Beach Hotel

No mês de setembro foram divulgados os nomes dos bambambãs do momento do setor turístico eleitos pelo prêmio O Melhor de Viagem e Turismo 2014/2015, estão lembrados? Fiz um post com a lista completas deles assim que saíram os premiados.

O grande vencedor na categoria hotel foi este sonho de consumo que estamos conhecendo hoje, o Zorah Beach Hotel, localizado no litoral cearense. O hotel, que tem só um ano de atividades e já entrou com louvor pra lista dos destinos de luxo do Brasil, fica mais precisamente na praia do Guajiru, no município de Trairi, a uns 130 km de Fortaleza.

Assim que li mais sobre ele entendi o porquê dos meus suspiros em série: o Zorah foi todo inspirado em referências asiáticas com alguns toques do Oriente Médio! O ponto alto fica por conta da decoração com móveis, objetos, esculturas e luminárias vindos de Bali e da Índia, além de lustres da Turquia e tapetes iranianos. Tudo o que meu lado exótico mais precisa! ♥

Ah! Por conta das peças exclusivas de arte ele se encaixa na categoria dos hotéis de charme, como expliquei no post anterior. Capisce? ;)

Pra deixar a estadia ainda mais sofisticada, o hotel oferece serviços de massagem em cabanas, piscina, deck de frente pro mar, passeios exclusivos pela região entre outros mimos. Todos os quartos tem camão king size, varanda, banheiro com duas cubas, roupas de cama de algodão egípcio, toalhas da Trussardi, máquina de café Nespresso, banheira de hidromassagem e cosméticos da L’Occitane. Já pode querer ir pra lá?!

A gastronomia é outro destaque! O cardápio, que foi elaborado por chefs indianos e outros nomes renomados da culinária brasileira, tem toque contemporâneo com prioridade para os ingredientes da região e pratos asiáticos. Nhãm nhãm!

Existem três categorias de hospedagem:

  • Vila com 140 m², piscina privativa, varanda com hidromassagem com vista para o mar, cama dossel (aquela com tecidos esvoaçantes por volta que faz qualquer um se sentir rei!) e adega.
  • Bangalôs individuais com 90 m², vista para o mar, banheiro com jardim e cama dossel.
  • Suítes com 50 m².

Quanto custa? 

  • Vila: baixa Temporada R$ 1.570 | alta temporada R$ 1.960
  • Bangalôs: baixa temporada R$ 780 | alta temporada R$ 980
  • Suítes: baixa temporada R$ 560 | alta temporada R$ 690

* As diárias são cobradas por acomodação, para duas pessoas e incluem café da manhã. Estadia mínima de 2 diárias.

Pra fechar esse encontro, entra aqui pra fazer um passeio virtual pelo hotel em 360° e conhecer melhor as instalações. E se quiser, segue ele no insta! Eu já virei fã.

Quem aí também ficou sonhando com umas férias por lá?

Moinho de vento para visitar em Amsterdã

Moinho de vento Amsterdã

Quando visitei Amsterdã imaginei que viria moinhos de vento aos montes cidade e, ainda por cima, girando e girando. Mal eu sabia que ver um seria difícil e ainda mais funcionando. A Holanda é até hoje um país gerador de energia eólica, mas os moinhos de vento classicões como eu esperava ver quase não existem mais no país. Com o tempo eles foram sendo substituídos por aparelhos mais modernos e eficientes, os chamados aerogeradores ou turbinas de vento.

São poucos os moinhos antigos que resistiram ao tempo e que continuam de pé. Em Amsterdã e arredores ainda existem oito segundo o site Windmill World. No blog do brasileiro Ducs que mora em Amsterdã, ele lista três na capital. Quando eu estive na cidade, soube apenas do Molen van Sloten (em inglês, The Sloten Windmill), que foi o que visitei e que acabou sendo uma grata surpresa!

Sobre o Molen van Sloten

O Molen van Sloten não é só um moinho fotogênico esperando pra ser clicado. Ele funciona! Você pode entrar, subir até a plataforma, receber explicações de voluntários entusiasmados, visitar um museu, uma lojinha e ainda tomar um café. É uma visita completa que dá ainda mais sentido conhecer de perto uma parte tão importante da cultura do país. Ele é o único moinho aberto ao público diariamente em Amsterdã das 10h às 17h (exceto em 1/jan, 26/abr e 25 e 26/dez). A entrada custa € 8.

Moinho de vento Amsterdã

Moinho de vento Amsterdã

Moinho de vento Amsterdã

Como chegar

Ele fica bem afastado do centro, é preciso pegar um bonde até a última estão da linha 2 (a Nieuw Sloten) e caminhar mais um bucado. Descendo na estação, logo você percebe uma Amsterdã completamente diferente da que viu no centro: silenciosa e vazia, mas muito bonita. O caminho até o moinho não é tão claro, é preciso seguir pequenas placas pregadas nas árvores. Bate um medo de se perder, mas no fim as indicações levam pro lugar certo. O percurso é longo (levei 1 hora pra chegar), mas o cenário pitoresco faz o tempo passar rápido. As casinhas em estilo holandês com canteiros floridos e bicicletas encostadas na calçada deram ainda mais charme ao passeio!

Moinho de vento Amsterdã

Onde ver mais moinhos na Holanda

Se é aquela cena de uma série de moinhos que você está procurando, a cidade que você precisa visitar é Kinderdijk. Lá fica a maior concentração de moinhos de vento na Holanda.

Por que chiclete é proibido em Cingapura?

Chiclete proibido Cingapura

Acredite se quiser, mas em Cingapura não existe chiclete normal pra vender. Só chiclete pra fins dentários e chiclete de nicotina pra quem quer parar de fumar. Eles só são vendidos em farmácias e pra comprar é preciso dar o nome e mostrar um documento de identificação. Tenso, né? Hoje em dia é assim, mas a situação já foi pior…

Durante 12 anos (de 1992 a 2004) mascar chiclete foi proibido em Cingapura sob pena de multa de US$ 500 a US$ 1000. Aliás: mascar, comprar, vender, fabricar e importar. O governo proibiu o produto porque as pessoas não estavam fazendo o descarte correto do chiclete, ou seja, jogando o lixo no lixo. O custo que o governo tinha pra manter as ruas limpas e consertar os equipamentos de limpeza era muito alto.

A situação ficou ainda mais séria quando o metrô, principal transporte público do país, passou a não funcionar propriamente por causa dos malditos chicletes grudados nas portas dos vagões. Com tantos danos causados ao patrimônio público, o governo então decidiu em 1992 banir o chiclete no país. Em 2004, a lei foi revista e os chicletes pra benefícios da saúde foram então liberados.

Eu morei em Cingapura nos anos de 1999 e 2000 e peguei essa lei em vigor. Imagina uma adolescente sem chiclete?! Terrível. Confesso que em viagens a países vizinhos trazia alguns na meia =X… Confissões à parte, é fácil concordar que a decisão tomada pelo país acompanha o seu status de super desenvolvido. Sabe aquelas bolotas de chiclete derretido que vemos nas ruas? Em Cingapura não tem. E as “surpresinhas” debaixo das mesas? Também não.

Tá aí mais um tapinha de Cingapura na cara da sociedade mostrando que todo esforço tem a sua recompensa.

Vencedores do Prêmio O Melhor de Viagem e Turismo 2014/2015

A revista Viagem e Turismo, em parceria com o Guia Quatro Rodas, premia anualmente as melhores empresas, atrações e destinos turísticos do Brasil e do mundo através do prêmio O Melhor de Viagem e Turismo. Quem vota somos nós, viajantes, e uma comissão formada por especialistas convidados, pela redação da revista e pelo Guia Quatro Rodas.

A edição deste ano, que foi a 14ª, contou com 22 categorias e divulgou os seus vencedores na última quinta-feira, dia 25 de setembro, num evento em São Paulo.

Os premiados foram:

Melhor Destino de Praia: Ilhabela (SP)

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Ilhabela

Melhor Destino de inverno: Gramado (RS)

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Gramado

Melhor Destino de Ecoturismo: Foz do Iguaçu (PR)

Melhor Parque Temático do Brasil: Beach Park, em Fortaleza (CE)

Hotel-fazenda do Ano: Mazzaropi, em Taubaté (SP)

Resort do Ano: Ponta dos Ganchos, em Governador Celso Ramos (SC)

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Pontal dos Ganchos

Pousada do Ano: Quinta do Bucanero, na Praia do Rosa (SC)

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Bucareno

Hotel do Ano: Zorah Beach Hotel, em Trairi (CE)

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Zorah

Melhor parque temático do exterior: Magic Kingdom, de Orlando

Melhor estação de esqui: Aspen Snowmass, nos Estados Unidos

Melhor Navio de Cruzeiro: Oasis of the Seas, da companhia Royal Caribbean International

Melhor Companhia Aérea Internacional: Singapore Airlines

Melhor Companhia Aérea Nacional: Avianca

Melhor Agência de Viagens Online: Booking.com

Melhor Operadora de Cursos no Exterior: CI – Central de Intercâmbio

Melhor Operadora de Turismo: CVC

Melhor Operadora de Turismo de Luxo: Queensberry

Melhor País: Estados Unidos

Melhor Cidade: Rio de Janeiro

O Melhor de Viagem e Turismo 2014-2015 Rio

Melhor Estado: Rio de Janeiro

Top of Mind: CVC

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 88 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: