Quando ver cerejeiras floridas no Japão? ✿

Cerejeiras JapãoFotos da Internet

As cerejeiras do Japão são um must-see de muita gente, mas pra conseguir presenciar as árvores recheadas de flores assim é preciso programação.

É que as cerejeiras florescem apenas uma vez por ano no país e por pouquíssimos dias! O período do desabrochar das flores até o momento em que todas caem no chão dura só 15 dias, sendo que o auge mesmo da árvore florida acontece dentro de uma semana. A época do ano em que o show acontece é entre o fim de março e o começo de maio e o fenômeno marca o início da primavera no país.

E nesta data da publicação do post o Japão está floriiido! ✿✿✿ As flores desabrocharam ontem, dia 23 de março, três dias antes do esperado pra este ano de 2015. Com isso, os japoneses estão nas ruas praticando a arte da contemplação, o chamado ‘hanami’! A tradição já acontece há milênios, mas hoje em dia o momento tem ainda mais cara de celebração com os locais e turistas fazendo piqueniques debaixo do céu de flores.

Para os mais poéticos, o significado do ‘hanami’ é o simbolismo da flor com a brevidade da vida, já que o florescer da cerejeira é efêmero, ou seja, passa rápido. Já para os festeiros, o momento é de confraternização, comes e bebes. O provérbio japonês “bolinhos ao invés de flores” vem daí…

Por que chiclete é proibido em Cingapura?

Chiclete proibido Cingapura

Acredite se quiser, mas em Cingapura não existe chiclete normal pra vender. Só chiclete pra fins dentários e chiclete de nicotina pra quem quer parar de fumar. Eles só são vendidos em farmácias e pra comprar é preciso dar o nome e mostrar um documento de identificação. Tenso, né? Hoje em dia é assim, mas a situação já foi pior…

Durante 12 anos (de 1992 a 2004) mascar chiclete foi proibido em Cingapura sob pena de multa de US$ 500 a US$ 1000. Aliás: mascar, comprar, vender, fabricar e importar. O governo proibiu o produto porque as pessoas não estavam fazendo o descarte correto do chiclete, ou seja, jogando o lixo no lixo. O custo que o governo tinha pra manter as ruas limpas e consertar os equipamentos de limpeza era muito alto.

A situação ficou ainda mais séria quando o metrô, principal transporte público do país, passou a não funcionar propriamente por causa dos malditos chicletes grudados nas portas dos vagões. Com tantos danos causados ao patrimônio público, o governo então decidiu em 1992 banir o chiclete no país. Em 2004, a lei foi revista e os chicletes pra benefícios da saúde foram então liberados.

Eu morei em Cingapura nos anos de 1999 e 2000 e peguei essa lei em vigor. Imagina uma adolescente sem chiclete?! Terrível. Confesso que em viagens a países vizinhos trazia alguns na meia =X… Confissões à parte, é fácil concordar que a decisão tomada pelo país acompanha o seu status de super desenvolvido. Sabe aquelas bolotas de chiclete derretido que vemos nas ruas? Em Cingapura não tem. E as “surpresinhas” debaixo das mesas? Também não.

Tá aí mais um tapinha de Cingapura na cara da sociedade mostrando que todo esforço tem a sua recompensa.

Templo hindu em Cingapura? Visite o Sri Mariamman Temple

Sri Mariamman Temple

Esse é o Sri Mariamman Temple, o templo hindu mais antigo de Cingapura (existe desde 1827). Ele não fica no bairro indiano como alguns pensam, mas no bairro chinês, o Chinatown. A torre da fachada, cheia de esculturas de deuses mitológicos coloridos, se destaca fácil entre os prédios mais, digamos, tradicionais da vizinhança.

Assim como em todo templo hindu, os calçados ficam na entrada. Lá dentro, imagens de deuses com vários braços, cabeças e olhos arregalados estão no teto, nos altares, nos corredores, na imaginação kkk… Se é assustador? Seria se não fosse tão interessante! Não digo que o lugar me transmitiu paz (inclusive tive taquicardia na primeira vez que entrei lá!), mas transitar por um lugar cheio de misticismo é pra mim demais de instigante.

Sri Mariamman Temple

O templo é um dos mais importantes locais de culto e adoração pros hindus que moram em Cinga e, por isso, sempre tem movimento. O Festival Theemithi, aquele em que os devotos caminham sobre as brasas, acontece lá dentro entre os meses de outubro e novembro. Turistas por lá nessa época do ano: atenção pra não perder, hein?!

Sri Mariamman Temple

Como chegar?
De metrô: Estação Chinatown
De táxi: 244 South Bridge Road (ou só falar ‘o templo hindu do Chinatown’)

Horário de funcionamento?
Diariamente das 7h às 12h e 18h às 21h

Entrada?
Gratuita

Vale lembrar…
Tirar os calçados, manter o silêncio e não atrapalhar os rituais não é pedir demais, né?!

%d blogueiros gostam disto: