Hotel review: Brasília Palace

Como contei no post anterior (what?! você não leu? clica aqui!), neste último fim de semana estive em Brasília pra assistir a decisão do 3º lugar da Copa do Mundo. Saudações laranjas, aliás ¬¬. Fiquei hospedada no Brasília Palace Hotel de sábado pra domingo e, apesar da correria (deixa mala no hotel / sai pra turistar / volta pra fazer check-in / sai pro jogo / volta do jogo / sai pra comer alguma coisa / volta / dorme 2h / vai embora), consegui ver um pouquinho de tudo que o hotel tem de bom.

O Brasília Palace foi projetado por ninguém menos que Oscar Niemeyer e foi fundado em 1958 por Juscelino Kubitschek. Em frente ao hall de entrada a réplica de um carro antigo utilizado pelo Presidente enfeita a varanda (ops! não tirei foto). Outros toques de antiguidade também podem ser vistos na recepção do hotel, como poltronas do tempo do êpa e um telefone amarelo ovo daqueles que disca girando em bom funcionamento.

Os detalhes clássicos param por aí, porque o resto do hotel é bem moderno e novo. Quarto e banheiro amplos e com padrão executivo, área de lazer com uma piscinona e, pra fechar, acesso à margem do Lago Paranoá. Pena ter ficado tão pouco…

Falando nisso…

Por ajudinha do destino, o Brasília Palace também hospedou a seleção brasileira neste mesmo fim de semana. Chegando no hotel já era fácil notar um movimento diferente rolando por ali. Carros de polícia, fãs fazendo vigília na grade, jornalistas entrando ao vivo aos montes e bandeira da Fifa hasteada junto com a do Brasil. Toda vez que chegávamos no hotel de táxi nosso carro era tomado de meninas ao redor pedindo #peloamordedeus pra entrar junto com a gente. No mínimo curioso!

Lá dentro, a área onde os jogadores e a equipe técnica circulavam foi isolada, então a chance de vê-los perambulando era mínima. Só o Dante que foi visto perdido na recepção… Qualquer semelhança com o jogo contra a Alemanha não é mera coincidência rss. O único momento que pudemos vê-los sem nenhuma barreira foi quando eles deixaram o hotel a caminho do estádio. Num corredor de vidro eles passaram um a um e a gritaria rolou solta – como se por um momento todo mundo tivesse esquecido do jogo humilhação. Vou dedar aqui… Só o Neymar acenou pra galera. Todo o resto passou reto sem mexer um músculo pra mandar oi. Até tu, David Luiz?!

Bom, nem preciso dizer que eu trocaria tudo isso por ter assistido da televisão de casa o Brasil jogar a final, né? Mas já que não foi assim, ficam as risadas, a tietagem meio que de mentirinha (do tipo “beleza, já que estou aqui vou viver…”) e os bons momentos dessa experiência toda.

De Brasília, ainda vai vir um post mostrando o que conheci por lá nessa minha viagem relâmpago. Até pessoal!

Sobre estes anúncios

Dez conselhos rápidos para dormir em albergues

Dez dicas para dormir em albergues

1. Antes de viajar faça a sua carteirinha de alberguista para pagar diárias com desconto. Ela custa R$ 40 e é válida por um ano. Associe-se aqui.

[Read more...]

Hotel review: Porto Pacuíba (Ilhabela/SP)

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Porto Pacuíba Hotel Ilhabela

Este foi o hotel pra lá de charmoso que fiquei em Ilhabela na minha passagem por lá. É o Porto Pacuíba, um hotel que fica ao norte da ilha com vista para o mar. Ótimo atendimento, decoração de extremo bom gosto e quarto confortável. É um hotel que mistura o moderno com o rústico. Se ele fosse uma roupa eu diria que o seu estilo seria o boho, uma combinação de vintage com chique. Deu pra entender?

Como fiquei um diazinho só em Ilhabela (mostrei as minhas 24 horas na ilha neste post aqui!) e já que esta seria a minha última parada do roteiro de viagem antes de voltar pra casa, aproveitei pra curtir bastante o hotel e descansar. Os pontos altos desta hospedagem relâmpago? A piscina aquecida com bar molhado de frente pra praia, o mini ciabatta quentinho no café da manhã (nhãm!) e as flores naturais perfumando os corredores. Coisa linda…

Hotel Review: Caesar Business Paulista (São Paulo)

Caesar Business Paulista

Como falei no post passado, estive em São Paulo no último fim de semana e fiquei pela 2ª vez hospedada no Caesar Business Paulista. Eu amei esse hotel desde a 1ª vez que pisei lá e o elegi como o meu oficial toda vez que for pra Sampa.

O motivo dessa satisfação toda é a excelente relação custo/benefício! O valor da diária para casal custa a partir de R$ 189 (pagamos R$ 396 para 2 diárias com café da manhã e taxas) e os benefícios são vários:

1. Ótima localização: O hotel fica em plena Av. Paulista com gente, serviços e comércio a todo vapor; fica a uns dez passos da estação de metrô Consolação; fica próximo à Rua Oscar Freire (fui a pé); e a uma seleção de bons restaurantes (inclusive o D’olivino que indiquei no post anterior).

2. Segurança: Desde a calçada até a porta do elevador tem sempre um agente por perto; pra usar o elevador tem que inserir o cartão do quarto – ou seja, quem não está hospedado não sobe; e pra pegar táxi é só sair porta afora – tem sempre alguns esperando no pátio do hotel.

3. Quarto confortável: Espaçoso (o standard tem 27 m²) e bem limpinho, cama de casal queen size, wi-fi, secador de cabelo e todo o resto básico (ar, tv, frigobar, cofre etc). Apesar de estar de frente pra muvuca da Paulista, o vidro veda completamente o barulhão da rua. O banheiro também tem um espaço legal e é super limpo, o que pra mim é o suficiente pra um banheiro.

4. Café da manhã delícia: Nhãm! Quem não gosta de café de hotel? #euamo! Desde frutas, cereais, frios e pães a ovos, bacon e outras gordices. O croissant com nutella foi a alegria das minhas manhãs! Um detalhe: o salão do restaurante também tem vista pra Avenida.

E um plus: Hall de entrada cheiroso… Hmm! Nada mais marcante! Assim que você entra no hotel já sente um aroma super agradável no ambiente. Na 1ª vez que fui o cheirinho era de erva-doce. Desta vez, capim-cidreira… Impossível esquecer.

E aí, aprovado? E tudo isso sem contar o bom atendimento dos profissionais (e o chopp da Heineken servido no bar da recepção hehe).

*Obs: As duas fotos dos quartos são da Internet (não lembrei de tirar fotos antes da bagunça! kkk), mas garanto que é igualzinho ao que está aí!

Como economizar em hotéis usando sites comparadores de preços

Comparador de preços de hotéis

Há três meses eu fiz uma viagem a Curitiba e penei pra achar um hotel que encaixasse no meu orçamento. Sem muito sucesso, acabei reservando um hotelzinho bem mais ou menos por R$ 159 a diária pra depois descobrir que eu poderia ter pago R$ 126 pelo mesmo quarto se tivesse usado um site comparador de preços de hotéis. Fiquei tãão feliz… #sóquenão! ¬¬

[Read more...]

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 84 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: