24 horas em Ilhabela!

Dicas Ilhabela

1 dia e nada mais. Esse foi o tempo que tive pra conhecer Ilhabela durante a minha viagem de fim de ano pro litoral norte paulista – já viu o post das outras praias? Tão pouco tempo pra um lugar tão gostoso!! O motivo de ter curtido tanto? Ilhabela une o melhor dos dois mundos: natureza exuberante e infraestrutura de primeira. Não tem como não gostar… O bom é ter saído de lá com a promessa de um dia voltar…

Mesmo passando um diazinho só, consegui aproveitar um pouco dos principais atrativos da ilha: o mar, o centrinho chique à moda europeia e a aconchegante rede hoteleira.

Dicas lhabela

O centrinho histórico de Ilhabela, mais conhecido como Vila pelos moradores, é o lugar pra encerrar o dia bem. Bares, restaurantes, cafés e galerias de artesanato se misturam harmoniosamente com a igrejinha antiga da ilha e lojas de antiguidades. A famosa Rua do Meio concentra bastante comércio, por isso é um ponto bacana pra começar o passeio. Uma caminhada pelo píer ao entardecer também promete momentos bem agradáveis. Restaurantes de bom gosto existem aos montes! A minha dica é passear pelas ruas até encontrar aquele que mais te agrada.

A Ilha das Cabras é um dos locais mais indicados pra prática de mergulho na região. Ela fica a 120 metros de Ilhabela e o acesso é feito por bote. Empresas especializadas em mergulho alugam equipamentos para snorkel e oferecem o chamado “batismo” pra quem quiser experimentar a descida com cilindro pela primeira vez. Eu, já que ainda não curei do meu trauma de mergulhar com oxigênio (abapha!), fui de snorkel mesmo! Kkk. Sobre a vida marinha do local, achei abundante, mas pouco colorida. Talvez seja mais bonita em outras profundidades. Mesmo assim, valeu o banho gostoso de mar e a oportunidade de visitar mais esse lugar!

A dica de ouro pra visitar Ilhabela, ainda mais se for em alta temporada, é fazer o agendamento do horário na balsa que leva os carros do continente para a ilha. A fila de espera pode chegar a 3 horas fácil fácil! Eu fiquei sabendo desta possibilidade antes de viajar pra lá e, já que teria muito pouco tempo na ilha, garanti a vaguinha na balsa pro horário que eu queria. Quando nós chegamos na fila de embarque passamos na frente de pelo menos 500 carros, o que representou umas boas horas a mais na piscina do hotel. O agendamento é feito somente pela internet pelo sistema Hora Marcada. Esta regalia, é claro, tem seu preço. O valor da travessia, se agendada com antecedência, quase que dobra. Ainda assim, meu amigo… vale cada centavo!

Por último, mas jamais sem importância, use repelente em Ilhabela! Logo no café da manhã fomos devorados… e as picadas ainda estão aqui.

Amanhã tem review do hotel que fiquei por lá! Um charme só…

Beira de praia no litoral norte paulista. Quanto custa?!

Preços Praia Litoral Norte SP

A rapadura é doce mas não é mole não… Passar o alto verão num dos litorais mais badalados do Brasil é o crème de la crème, mas tem seu preço. Uma aguinha de coco pode custar a bagatela de R$ 7,50! Um assalto, né Brasil?! Esse preço e todos os outros aí de cima foram os valores que encontrei nas praias do litoral norte paulista que conheci nesta temporada (vem ver o post delas aqui!).

É claro que se você planeja uma viagem bacana vai pagar com gosto o preço de não passar vontade, não é? Pelo menos essa é a minha opinião… Mas eu também acredito que existem maneiras de driblar alguns abusos do comércio quando chega essa época do ano.

A economia mais vantajosa é com os comes e bebes. Se você comprar 4 latinhas de cerveja no ‘Quiosque do Sandrinho’ na beira da praia, por exemplo, vai pagar pelo menos R$ 16. Se você passar antes no supermercado e levá-las dentro de um cooler vai pagar uns R$ 8. Poupança fácil de 50%. Além das bebidas, alguns lanchinhos levados de casa/do super também podem ajudar no orçamento. É a chamada “farofa chic” kkk… E não precisa ter vergonha não, hein?! Vergonha é gastar sem poder…

Outra maneira de economizar é dividir o aluguel dos equipamentos esportivos. Eu, por exemplo, aluguei o stand-up paddle por 1 hora e dividi o tempo com outras 2 pessoas. Saiu pouco mais de R$ 15 pra cada um e todos curtiram.

As praias do litoral norte de São Paulo

Praias Litoral Norte SP

Volteeyyy!!! Voltei da minha viagem tão esperada pelo litoral norte paulista! Foram 3 mil km rodados, belas praias e muito sol (um suuuper obrigada pra quem torceu por tempo bom por mim!!). Ao contrário do que previ, eu não consegui fazer nenhum post no blog direto de lá, mas quem acompanhou o meu Insta (@jucomparin) e o twitter (@tedeembarque) pôde passear um pouquinho por esses lugares lindos comigo em tempo real.

As praias de Sampa ganharam meu coração… Elas são exatamente do jeitinho que eu gosto: faixa de areia larga, mar esverdeado com ondas e muito verde ao redor. Já me dá saudades só de falar!

Boracéia foi o lugar onde ficamos hospedados a maioria dos dias da viagem. A cidadezinha em si tem pouquíssima infraestrutura de comércio e hotelaria, mas a praia em compensação tem excelente atendimento a beira mar. Ampla variedade de comes e bebes, aluguel de cadeiras, guarda sóis e barracas e salva-vidas sempre a postos. A faixa de areia é enoorme e o mar demoora pra ficar fundo. É uma ótima opção pra famílias com crianças pequenas.

Maresias foi amor à primeira vista… Não tem como não se encantar com aquele visual! Mar azulão com nuances esverdeados, temperatura da água ideal (uns 25° C), morros e ilhas por volta e areia branquinha. Em alguns pontos logo no comecinho do mar já está fundo, então não é raro estar a poucos passos da beira da praia com a água no pescoço. Por conta das ondas fortes, Maresias é point de surfistas e galera jovem. Dá para alugar pranchas de surfe e de stand-up paddle no local. O ponto fraco é a pouca oferta de quiosques a beira mar… Penamos pra achar comida nos dois dias que estivemos por lá, mas quando achamos também foi aquele luxo: camarão e lula a dorê acompanhados de champagne que sobrou do réveillon! Haha.

Juquehy é muito parecida com Maresias, tanto na qualidade da água quanto da areia, mas o mar é mais tranquilão. O que ela ganha em disparado de todas as outras praias é a infraestrutura da cidadezinha. São vários restaurantes, barzinhos, lojas e pousadas espalhados pela vila. Me parece ser uma excelente opção de praia pra ficar hospedado!

Camburi foi uma grata surpresa… O que era pra ser um pit-stop não programado no fim de uma tarde acabou se tornando um dos pontos altos da viagem. O diferentão de lá é que a mata atlântica chega bem perto da praia, criando uma paisagem super selvagem. O que eu mais gostei é que existe um rio de água doce dividindo a praia de Camburi e uma irmã menorzinha, a Camburizinho. É um destino bacana pra quem curte trilhas e ecoturismo! Tipo eu :)

Fora estas praias, passamos também por Praia Preta (não gostei! Chegamos, demos meia volta e fomos embora. Acho que a areia escura é que deu a má impressão) e Boiçucanga (praia com muitas opções de esporte e lazer e cidadezinha com comércio forte e vários serviços – supermercado, banco, hospital).

Outras praias do litoral norte que dizem as boas línguas que valem a visita são Praia da Baleia, Barra do Sahy e Barra do Una. Foram pra minha lista de desejos!

Em breve vem aí mais dicas do litoral e um post especial de Ilhabela! Até pessoal ;)

Cala en Porter, mais uma de Menorca

Cala en Porter

Cala en Porter

Cala en Porter

No sul da ilha de Menorca fica essa belezura de lugar: Cala en Porter, uma vila pequenininha com uma praia que tem o nome mais óbvio que eu já ví: Playa Azul ¬¬. A vila é uma opção bacana pra famílias com crianças pequenas se hospedarem, já que não é tão movimentada quanto outras praias mais populares da ilha.

O centrinho tem desde o trio básico restaurantes-bares-lojinhas até algumas baladinhas e karaokê -sing like there´s no tomorrow \o/. Se quiser mesmo cair na night, a boate que merece uma noitada é Cova d´en Xoroi. Ela fica dentro de uma caverna, impressionante!! Clica aqui pra ver o post que fiz sobre ela.

Pra descer da vila até a praia você tem duas opções: encarar uma escadaria de uns 200 degraus (joelhos #fail) ou pegar um trenzinho fofo que faz o percurso praia-centro a cada 45 minutos.

E aí, aprovada Cala en Porter? Olha que a disputa pela praia mais bonita de Menorca é forte, hein?! Dá uma passeada por estes outros posts e diga aí qual é a sua preferida:

Macarella e Macarelleta
Cala Morell
Playa de Cavalleria e Cala Torta

De carrinho de golfe em Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Carro de Golfe Isla Mujeres

Isla Mujeres, só pra situar, é uma pequena ilha do México que fica pertinho de Cancún. É ma-ra-vi-lho-sa! Tem quem se hospede por lá, mas a maioria prefere fazer um bate-volta saindo de Cancún pela manhã e retornando no fim do dia. Pra chegar até Isla é fácil, basta pegar um ferry boat que sai do porto do centro de Cancún ou do porto da rede hoteleira. A passagem de ida e volta custa menos de U$ 10.

Já na ilha, a melhor maneira de circular é de carrinho de golfe! Divertido ou não?! :b O aluguel é cobrado por hora (cerca de U$ 15) ou pela diária (cerca de U$ 35). É preciso apresentar carteira de motorista (vale a nossa do Brasil) e nada mais! A ideia de alugar o carrinho é ter autonomia pra explorar Isla como quiser… A sensação é de freedom total!

Uma sugestão é começar o passeio contornando toda a ilha (ela é pequena, então não leva muito tempo). Depois de curtir o visú turquesa do oceano, é hora de sol, mar e uma margarita na beira da praia. Pro pit-stop do almoço, uma dica de restaurante é o Zazil Ha. E, pra fechar o dia, souvenirs no centrinho de Isla. Dia mais que perfeito!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 57 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: