Você no TDE: As companhias aéreas no Brasil se aprontam para a Copa do Mundo de Futebol

VocenoTDE Copa 2014

2014 chegou, Brasil! \o/ É a nossa vez de sediar o maior evento do planeta! Já estamos com o sangue verde e amarelo pulsando nas veias diante da gigantesca adrenalina do que está por vir, mas ao mesmo tempo estamos sentindo na pele a imensa responsabilidade de ser o país escolhido. A Ana Abad de Larriva escreveu para a tag ‘Você no TDE‘ do Terminal de Embarque e compartilhou uma reflexão acerca dos desafios do setor turístico nessa missão Copa do Mundo.

texto Ana Abad de Larriva

“Benefícios no setor turístico, criação de emprego, melhoras nos aeroportos e nas estruturas ferroviárias e rodoviárias… Os lucros que promete trazer a Copa do Mundo de Futebol FIFA 2014 são importantes, mas as demandas de serviços para essas datas não ficam atrás. Por isso, a Anac (Agencia Nacional de Aviação Civil) já disse que a perspectiva é que as remodelações e construções nos aeroportos sejam rematadas para antes do evento. Além disso, as companhias aéreas que operam no Brasil já estão adaptando os serviços para as datas da competição (junho e julho de 2014), especialmente nos voos para as doze cidades-sede (Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) e os aeroportos vizinhos. A Anac vai analisar os requerimentos das diferentes companhias aéreas e vai publicar os resultados da malha definitiva no dia 15 de janeiro, e também prometeu disponibilizar aeroportos e bases aéreas alternativas para o estacionamento de aviões.

A TAM solicitou mudar 40% dos voos durante a Copa do Mundo, entre eles o aumento de seis voos para Cuiabá e quatro para Fortaleza. Desde a companhia dizem que o aumento no tráfego aéreo vai ficar muito carregado em alguns destinos e horários, mas que vão perder muitos passageiros que viajam a negócios, que habitualmente pagam mais pelas passagens, e também os que se deslocam por lazer, pois o brasileiro não vai ir de férias nesses dias para poder assistir aos jogos, e que a faturação vai se ver ressentida. Mas falam de outro tipo de benefícios, pois a Copa do Mundo pode ser ótima para o reclame do país, consolidando o Brasil como destino turístico, trazendo viajantes a longo prazo e melhorando a competitividade da companhia. Porém, a complexidade de coordenar a totalidade dos trilhos diários da TAM durante o evento não é tarefa fácil.

A Avianca também fala de uma diminuição dos viajantes brasileiros durante os jogos da seleção brasileira, já que os adeptos não vão se deslocar a outros destinos, unicamente ao estádio em que jogue a seleção brasileira ou ficarão na casa, vendo os jogos na tv. A Azul Linhas Aéreas, a terceira maior companhia aérea no Brasil, tinha comunicado que ainda estava tentando fazer mudanças na malha aérea para a Copa do Mundo, mas já anunciou trocas em sua estrutura corporativa para melhorar os serviços e se adaptar à sua expansão corporativa. Quem compra passagens da American Airlines também pode achar novidades muito interessantes. De fato, a companhia aérea apresenta melhoras e lança o check-in online no Brasil para agilizar os serviços, reforçando valores como conforto e flexibilidade. Estas nova facilidades também prometem reduzir os tempos de espera nos terminais dos aeroportos.

Mas será que o setor hoteleiro e os serviços de mobilidade urbana nas cidades-sede estão prontos para a Copa do Mundo? Em algumas das cidades-sede estima-se que é muito maior o número de passagens de avião e bilhetes que vão se vender para os jogos do que quartos vagos disponíveis na região. Além disso, de que jeito vão as autoridades competentes evitar os engarrafamentos, especialmente nas áreas imediatas aos estádios? Vai terminar tudo em colapso dos serviços de transporte público?”

Este é um post patrocinado.

Como economizar em hotéis usando sites comparadores de preços

Comparador de preços de hotéis

Há três meses eu fiz uma viagem a Curitiba e penei pra achar um hotel que encaixasse no meu orçamento. Sem muito sucesso, acabei reservando um hotelzinho bem mais ou menos por R$ 159 a diária pra depois descobrir que eu poderia ter pago R$ 126 pelo mesmo quarto se tivesse usado um site comparador de preços de hotéis. Fiquei tãão feliz… #sóquenão! ¬¬

Foram R$ 33 pagos a mais pelo mesmo serviço! Não é de indignar?! Esse dinheiro que sobrou eu poderia muito bem ter economizado ou investido em um hotel de qualidade superior. Dor no bolso = lição aprendida.

O prejuízo nesse caso foi só de uma diária, mas imagina quanta grana pode ser jogada fora numa reserva de vários dias? Dependendo da viagem, a hospedagem pode representar a parte mais cara do orçamento e, consequentemente, o roubo rombo pode ser bem maior.

Hoje, então, eu vim falar sobre as vantagens em usar buscadores de preços como forma de economizar nas viagens e vim apresentar pra vocês o trivago, o maior site comparador de preços de hotéis do mundo.

O trivago nasceu na Alemanha e em oito anos de história já abriu escritórios em treze países, inclusive no Brasil.

Como ele funciona? O sistema do trivago busca os valores que estão sendo cobrados por determinado hotel na Internet e indica o mais barato para que você faça a reserva pelo menor preço possível. Ao todo, são mais de 200 sites de reserva pesquisados que juntos somam mais de 700 mil hotéis.

A diferença no preço das diárias pode passar de 50% pelo mesmo quarto de hotel, acredita? É o caso da diária no Atlantic Business Centro, hotel executivo no Rio, que em um site custa R$ 200 e em outro R$ 304. #quedesaforo!

Não é preciso se cadastrar ou pagar qualquer taxa para usar o trivago, é só digitar o destino e a data desejada que o site mostra os hotéis disponíveis para o período e os valores já comparados. Escolhido o hotel, o trivago direciona o leitor para o site de reserva de onde veio a oferta e a partir daí o viajante faz a sua compra direto com o anunciante. Pronto! Economia a um teclado de distância.

Além dessa agilidade toda, outro diferencial do trivago é que as informações da busca são dispostas de maneira muito clara. Está tudo ali na mesma tela, você não precisa ficar navegando pra encontrar o que precisa. É prático e rápido, sem deixar de ser explicativo. Olha só:

Passo 1: Escolha a cidade, a data e o tipo de quarto desejado

Comparador de preços de hotéis

Passo 2: Confira os preços de todos os hotéis disponíveis para a data

Comparador de preços de hotéis

Passo 3: Veja detalhes da busca e clique na oferta para ser direcionado para o site da reserva

Comparador de preços de hotéis

Facinho, né? 45 milhões de pessoas já usam e abusam do trivago todo mês pra reservar hotéis pelo menor preço. Não vai continuar comendo barriga, hein?! Salva logo o site nos seus favoritos e boa economia pra você.

Este é um post patrocinado.

Turismo de Moto: Live to Ride, Ride to Live!

Turismo de Moto

“Get your motor running
Head out on the highway
Looking for adventure
In whatever comes my way…”

Quem nunca ouviu Born to be Wild e na hora imaginou uma Harley Davidson roncando na estrada?!? Se você é da turma dos veteranos com certeza se lembrou de Peter Fonda no filme Easy Rider de 1969 (traduzido para Sem Destino aqui no BR). O filme, o mais clássico dos road movies, marcou época junto com essa música e disseminou um novo estilo de liberdade americana: o das estradas.

O jargão Live to Ride, Ride to Live (que na tradução livre seria algo como Viver para Pilotar, Pilotar para Viver) se tornou lema dos motociclistas e até hoje estampa bandanas, jaquetas de couro, botons e até a pele de muitos dessa turma do asfalto.

Além de dar cara, nome e sobrenome a esse novo jeitão rebelde de ser (no melhor dos sentidos), o filme Easy Rider também difundiu o turismo sobre duas rodas e a modalidade não para de ganhar adeptos geração após geração!

São homens e mulheres, jovens a vovozões, que compartilham a paixão de pilotar estrada afora sem ter como objetivo o destino final, mas sim o caminho até chegar lá! De um passeio de fim de semana a viagens longas que cruzam fronteiras. A distância não importa! O que vale são as paisagens, o vento no peito e o barulho do motor. \m/

No Brasil existem milhares de moto clubes que organizam e dissipam a prática da atividade pelas estradas do país (entra aqui pra conhecer alguns deles). Algumas rotas famosas são as do RJ a Paraty, Maceió a Recife e Brasília a Chapada dos Veadeiros.

Bom… Embora haja viajantes que rodem o Brasil de moto, o que cresce mesmo entre os brasileiros é a procura por mototurismo no exterior. A preferência por roteiros internacionais já representa 95% da busca neste mercado!

Pra você que curte a ideia de pilotar lá fora, mas não sabe por onde começar, a dica é procurar empresas especializadas em turismo de moto que oferecem todo o suporte pra fazer a viagem acontecer. A Schultz é a maior operadora brasileira de turismo de moto. Tem roteiros em todos os continentes e pacotes com tudo que você precisa já incluído (como hospedagem e alimentação ao longo do itinerário, a locação da moto, o guia etc).

O supervisor de vendas da Schultz no MS e no MT, Roberto Lastoria, me contou que “na América do Sul o roteiro mais famoso é o Caminho dos Incas. Roteiros pela Europa também tem tido muita procura e a Rota 66, nos Estados Unidos, é a campeã de vendas”. Até eu, que nunca pilotei uma moto (e só peguei carona duas vezes na vida), fiquei afim!! \o/

E você, interessou? Entra no site pra conhecer:

Turismo de Moto

PS: Achei que o blog ficou super invocado com esse post! Kkkk. E vocês?

Este é um post patrocinado.

Roteiros de viagem fora do convencional

InTrip

Genial essa ideia, né?! Nada como explorar uma cidade fugindo de roteiros convencionais. Quando fui convidada pra conhecer o INTRIP confesso que custei um pouco pra entender como tudo funcionava, mas foi só dar uma navegadinha pelo site que logo me encantei pela proposta. O INTRIP sugere um novo modo de fazer turismo: ele propõe que viajantes descubram lugares diferentes dos pontos turísticos tradicionais tendo como guias os próprios moradores locais.

O site funciona como um intermediador da contratação das experiências: disponibiliza os passeios oferecidos pelos guias anfitriões (devidamente cadastrados na empresa), faz a reserva do guia de acordo com a data escolhida pelo viajante, recebe o pagamento pelo passeio via Pagseguro e pronto… Promove cultura de um jeito inovador! Esse vídeo aí debaixo explica direitinho o vai-e-vem do processo:

O mais bacana disso tudo é ter a possibilidade de conhecer cantinhos secretos da cidade que você não teria acesso tão fácil. O Rio de Janeiro, por exemplo, tem muito mais do que Pão de Açúcar e Cristo Redentor! Dá só uma olhada nas experiências que o INTRIP oferece pra gente curtir a cidade maravilhosa:

intrip

O site ainda está na fase beta e por enquanto só oferece passeios no Rio. Pelo que eu sei, muito mais vem aí! \o/ Que venham as próximas cidades!

Este é um post patrocinado.

House in Rio: aluguel por temporada no RJ

House in Rio

Só de ver essa imagem já surge um suspiro, num é? ♫♪ O Rio de Janeiro continua lindo… ♫♪ E pra facilitar a vida de quem vai curtir alguns dias na cidade maravilhosa, o House in Rio reúne o que o Estado tem de melhor em imóveis para aluguel de temporada em um site completinho e fácil de navegar.

House in Rio

O site é o único especializado neste mercado no Rio e oferece hospedagem pra tudo quanto é gosto: na cidade, campo, beira da praia. É uma vitrine virtual organizada do que tem disponível. A divulgação é feita pelo site, mas a negociação do aluguel é tratada direto com o dono do imóvel, então o papo é reto e sem enrolação.

As propriedades cadastradas têm foto (importantíssimo), localização, disponibilidade, informações de capacidade (número de quartos, banheiros, vagas na garagem), de equipamentos (se tem ar, tv, microondas) e outros detalhezitos a mais que fazem toda a diferença saber. Tudo isso bem explicadinho e simples de pesquisar. Dá só uma olhada:

House in Rio

House in Rio

House in RioBarbada, né?! Além de servir como “seu corretor particular no Rio de Janeiro” (que luxo!), o House in Rio ainda dá dicas do que fazer na cidade e avisa o que está rolando pra você não deixar passar nenhuma atração imperdível. Super legal!

Vantagens do aluguel por temporada:

- É uma forma de economizar (e muito) com hospedagem se você estiver em família ou tchurma de amigos. O valor da diária de uma pessoa no hotel pode pagar a estadia de várias numa casa. É só fazer as contas.

- Macacada toda reunida! Tem coisa mais sem graça que sair de férias em família e encontrar o pessoal só no elevador? Duh! Cadê o convívio, gente? Alugar um cafofo pra todo mundo faz muito mais sentido se a intenção é compartilhar bons momentos. ♥

- Sentir-se em casa. Nada como chegar da rua com o pé sujo de areia, comer melancia na sacada e dormir até tarde sem precisar pedir privacidade pra camareira. Home sweet home! Hotéis têm horário pra check-in e check-out, cozinha funcionando até 22h, não pode isso, não pode aquilo.

Mas… Como nem tudo são rosas, alugar um imóvel por temporada tem sua desvantagem: nada de mordomias. Você não pode ligar pra recepção e pedir um quarto novo porque o ar condicionado do seu está quebrado. Quando você chegar da rua o banheiro não vai estar limpo e nem a sua cama arrumada. #fato. Agora, se você conseguir tirar isso de letra, o resto é puro lucro.

Falando nisso…

Eu já me hospedei muuito em casas alugadas com a família na praia quando era pequetita e lembro da liberdade que era brincar como se a casa fosse nossa. Depois de grandinha, também aluguei apartamentos pra passar temporadas no exterior e, dessa vez, a economia foi o ponto forte!

E vocês, já optaram por alugar um cantinho só seu a se hospedar em hotel? Como foi?

Este é um post patrocinado.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 58 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: