Dez cidades europeias que você não sabia que existiam

O Trip Advisor divulgou uma lista com dez cidades pouco conhecidas na Europa que merecem um close no mapa. São aqueles lugarzinhos charmosos, pitorescos, que não estão nos roteiros convencionais, mas que acabam se tornando a parte mais especial de uma viagem quando descobertos. Olha só que achados:

1. Cesky Krumlov – Região da Boêmia, República Checa

Cesky Krumlov

Esta cidadezinha localizada no sul da República Checa foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1992. Ruelas medievais, torres, praças e um grande castelo no topo de um morro dão a impressão de estar num século bem distante. O rio Vltava parece abraçar a cidade criando uma geografia completamente diferenciada. Como uma boa cidade checa, também conta com uma cervejaria própria, a Eggenberg.

2. Annecy – Alpes, França

Annecy

Annecy é conhecida como Veneza francesa ou Veneza dos Alpes. É fácil entender porque com estes canais cortando a cidade histórica. Ela fica na região dos Alpes do Reno no sudoeste da França e tem um belo castelo e uma catedral pra chamar de sua. No verão, as principais atividades estão ligadas à prática de esportes aquáticos no lago Annecy. Dizem as boas línguas que amantes de queijos se fartam nos seus restaurantes regionais. Nhãm!

3. Polperro – Cornualha, Inglaterra

Polperro

Polperro é uma vila de pescadores localizada no sudoeste da Inglaterra. A vila desemboca num pequeno porto e é famosa por seus frutos do mar. Parece que pedir um sanduba de caranguejo em um café de frente pro mar disputa lugar com outras atividades da vila, como visitar o museu ou desbravar as trilhas que levam até as praias maravilhosas e quase sempre vazias.

4. Sintra – Portugal

Sintra

Eu nunca estive em Portugal, mas de Sintra eu já tinha ouvido falar, ora pois! A cidadezinha fica a menos de uma hora de trem de Lisboa, então pode ser uma boa opção de bate-volta em uma viagem a capital. Sintra oferece um conjunto impressionante de construções majestosas consideradas “verdadeiras relíquias arqueológicas”. Três palácios, um castelo, jardins reais e um centrinho histórico preenchem muito bem a agenda do viajante que for pra lá.

5. Dolceacqua – Ligúria, Itália

Dolceacqua

Mais uma cidadezinha medieval entra pra lista de riquezas europeias escondidas no mapa: Dolceacqua. Esta vila italiana (que tem só 20 km²) é dividida em duas parte: a parte antiga chamada ‘Terra’ e a mais nova chamada ‘Borgo’, construída a partir do século 19. As duas aldeias são ligadas por esta ponte de pedra que aparece na foto e que leva até ruelas estreitas, restaurantes rústicos e lojinhas de artesanato. O Castelo de Dolceacqua é a principal atração vila.

6. Bonifácio – Córsega, França

Bonifácio

Bonifácio tem um visual único! É a uma cidade construída no alto de falésias no extremo sul da ilha de Córsega. Encarar um passeio de barco no verão pode ser tumultuado, mas só assim se consegue a melhor vista da cidade, além de chegar até grutas belíssimas mar adentro. Se a vista do lado de fora da cidade impressiona, a de dentro aconchega: ruas apertadas, sacadas floridas e restaurantes charmosos são de encher os olhos.

7. Trogir – Croácia

Trogir

Trogir é uma cidade muito antiga da Croácia, data de 2 mil a.C.! Com 4 mil anos de história, não podia ser diferente: Trogir foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1997. Perder-se nessas ruazinhas de pedra deve ser uma delícia! A Catedral de São João, o Palácio Ducal e a Fortaleza Carmelengo são alguns de seus must-sees. Chegar lá não é difícil, Trogir fica a apenas 25 km da cidade de Split.

8. Gruyères – Suíça

Gruyères

Desculpa pela redundância, mas Gruyères é uma cidadezinha suíça impecável. Canteiros floridos, relógios e canivetes nas vitrines, queijos e framboesas nos cardápios, um castelo e natureza generosa nos arredores. Esta foto mostra a rua principal de Gruyères e a proibição para carros e ônibus entrarem na cidade sendo cumprida. Uau…

9. Valldemossa – Maiorca, Espanha

Valldemossa

Valldemossa é uma pequena vila de Maiorca, uma das quatro Ilhas Baleares. Fica localizada a 30 km da capital Palma entre o pé da Serra de Tramontana e o mar mediterrâneo. Cerca de dois mil sortudos habitam a vila, considerada uma das mais bonitas da ilha. Apesar de ter um monastério construído no século 13 como principal atração, suas ruas íngremes e cheias de verde disputam igual atenção dos visitantes. Becos escondem padarias tradicionais, mesinhas de cafés dividem as calçadas e lojinhas de souvenir convidam qualquer pedestre para uma paradinha gostosa.

10. Hallstatt – Áustria

Hallstatt

Tratando-se de Áustria, já dá para saber que o lugar vai ser lindo. E é! Hallsatt é um vilarejo daqueles dignos de papel de parede de computador. Fica entre os Alpes cobertos de neve e um lago e o único jeito para chegar até lá é, adivinha? De barco. A cidadezinha abriga a mais antiga mina de sal do mundo, um lugar bacana pra visitar. Como o lugar é bem pequeno, um bate-volta é suficiente pra desbravar cada cantinho especial da vila.

Anúncios

Um comentário sobre “Dez cidades europeias que você não sabia que existiam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s