Transporte de líquidos no avião. Quais são as regras?

Transporte de líquidos no avião. Quais são as regras?

4 de agosto de 2015 Off Por Juliana Comparin

É permitido levar shampoo, cremes e afins na bagagem de mão do avião em voos nacionais e internacionais, mas as condições são diferentes. Em voos domésticos, é permitido carregar estes produtos livremente, já em voos para fora do Brasil é preciso seguir a norma internacional para transporte de líquidos – incluindo gel, pasta, creme e aerosol.

Anúncios

O que diz a norma? Os produtos devem estar em frascos de até 100 ml guardados em uma embalagem plástica vedada e transparente de até 20 x 20 cm (pode ser uma necessaire transparente, por exemplo). Produtos com capacidade acima de 100 ml não são embarcados mesmo que parcialmente cheios. A soma dos frascos não deve ultrapassar 1 litro.

Atenção! Apesar da restrição existir apenas para voos internacionais, voos domésticos que utilizam o salão de embarque internacional também estão sujeitos às regras. A medida também vale para passageiros com destino ao exterior que fizerem escalas nacionais.

Há uma única exceção: Líquidos comprados em free shops ou a bordo do avião podem exceder os limites estipulados, desde que carregados em embalagens plásticas seladas e com o recibo de compra à mostra (a data deve ser a mesma do início do voo).