Diário de viagem: Cruzeiro MSC Splendida

Diário de viagem: Cruzeiro MSC Splendida

19 de janeiro de 2016 Off Por Juliana Comparin

MSC Splendida

Nestas férias fiz uma viagem diferente: um cruzeiro! Foram 8 dias a bordo do MSC Splendida navegando pela costa brasileira com destino a duas paradas no Uruguai e uma na Argentina. Pra trás ficaram o Brasil e os dias de deus-nos-acuda de 2015 e no lugar entraram piscinas de água salgada, pizzas às 4 da tarde, noites despreocupadas de rasteirinha no pé e vinho na mão e a sensação boa de que no meio do oceano ninguém podia me achar. Abre parênteses: em tempos de smartphone ficar sem sinal é uma alegria! Não é?

Esta não foi a primeira vez que fiz um cruzeiro, mas foi a minha estréia curtindo cada cantinho do navio. Os 18 andares super bem decorados e bem servidos de atrações disputavam os minutos do nosso dia e os mais de mil tripulantes a bordo deixavam tudo limpo, pronto e fácil de ser aproveitado. Tinha comida (variada e das boas!) disponível das 5h30 da manhã às 2h30 da madrugada; todos os dias à noite o teatro trazia um espetáculo de dança, música ou acrobacia a la Cirque du Soleil; e as 4 áreas de piscina, os 17 bares, o cassino, a boate e todo o resto completavam os dias de dolce vita. Que saudade que já dá!

Terra à vista! As paradas no Uruguai e Argentina

No 3º dia a bordo fizemos a primeira parada do roteiro em Punta del Este, Uruguai. Descemos na cidade com chuva, que foi e voltou algumas vezes no dia, mas que não atrapalhou em nada a nossa turistada. Com o mapa na mão, percorremos a pé todos os pontos turísticos de Punta (todos meesmo!), só parando pra almoçar papas fritas com cerveja uruguaia Patrícia num café e traçar um crepe maravilhoso numa creperia também maravilhosa no fim da tarde.

No 4º e no 5º dia foi a vez de Buenos Aires. Sempre quis conhecer! Também batemos muita perna pela capital argentina, fazendo quase tudo a pé. Nos dois dias em que o navio ficou atracado no porto conhecemos toda a área central da cidade, a Calle Florida, o estádio do Boca, o Caminito e o bairro da Recoleta, com um pit stop mais que especial à noite no Puerto Madero pra jantar. Super romantic!

A última parada foi no 6º dia de viagem em Montevidéo, capital do Uruguai. Por lá o clima não ajudou e o tempo que tivemos pra conhecer a cidade foi muy apertado (só uma manhã). Com o céu desabando em chuva, o jeito foi entrar num ônibus de city tour e ver a cidade de longe. Snif! A primeira impressão foi a de um lugar limpo, organizado e bem cuidado, com o plus de ter a beleza dos prédios antigos dando charme à cidade. Ficou o gostinho de uma próxima viagem!

Pra quem se interessou em saber mais sobre cruzeiros, logo vou trazer um post contando como tudo funciona. Já adianto que o custo benefício compensa muito! E em breve também vai ter posts exclusivos sobre cada um destes destinos novos que conheci. Até mais!

Anúncios