Os cinco vilarejos de sonho das Cinque Terre

Cinque Terre é um trecho da costa da Itália formado por cinco vilarejos de fazer suspirar: Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore. Fica localizado na região da Ligúria, bem no alto da bota, e tem como cidade grande mais próxima a capital Gênova.

Antes vilas de pescadores e agricultores, hoje as Cinque Terre são destino turístico disputadíssimo no verão. Os cinco pedacinhos de terra estão ligados por 18 quilômetros de penhascos íngremes, vinhedos, mar mediterrâneo e casinhas coloridas incrustadas na pedra a beira-mar.

São apenas 12 minutos de trem entre a primeira e a quinta vila, sendo possível conhecer toda a região em um dia só. Além da via férrea, existe a possibilidade de percorrer as Terre a pé (em uma caminhada de 6 horas – sem contar com as paradas em cada cidade) ou ainda pelo mar de barco.

Monterosso, ou sendo fiel ao nome: Monterosso al Mare, é a maior e a mais antiga das Terre. É a única que conta com uma boa faixa de areia e boa oferta de hotéis. Além da praia chamada Fegina, outros pontos de interesse da vila são o centrinho antigo (onde fica a Catedral, a Praça de Garibaldi e os restaurantes), o castelo medieval Torre Aurora e o Convento dei Cappuccini.

Monterosso

Vernazza é o cartão-postal das Cinque Terre. É onde estão as construções de cor mais vibrante e o píer mais pitoresco. Um detalhe que não passa despercebido em Vernazza são as ruas estreitas e de pedras que serpenteiam a pequena vila em forma de escada. Entre os pontos turísticos (não que Vernazza precisasse) estão o Castelo Dória, a igreja de Santa Margherita di Antiochia e os restaurantes regados a molho pesto e frutos do mar.

Vernazza

No meio das Terre está Corniglia, a menor e menos popular das irmãs. O vilarejo fica a 100 metros do nível do mar, por isso o acesso é difícil. Da estação de trem até a cidade é preciso encarar uma escadaria de 380 degraus, mas que compensa pela vista panorâmica que oferece. Além das charmosas ruas de pedra e do clima deliciosamente pacato, outro atrativo de Corniglia são os tradicionais campos de cultivo de uvas conhecidos pela produção de vinho branco desde os tempos romanos.

Corniglia

Manarola é a segunda menor das Terre e conhecida pelas clássicas trilhas a pé – entre elas o percurso de túnel da estação de trem até a cidade e os passeios pelos vinhedos. Embora não tenha praia, nada impede um bom mergulho nas águas profundas próximas ao porto. Para quem quer economizar com hospedagem, Manarola tem o único albergue das Cinque Terre (Ostello 5 Terre) com diárias a partir de € 25 na alta temporada. Quando a noite cai, o visual do pequeno vilarejo iluminado em pleno mediterrâneo é sensacional!

Manarola

Por fim, Riomaggiore é a que está mais ao sul e é a mais “urbana” das Terre devido ao fácil acesso. É dividida em cidade velha, onde está o centro histórico medieval e a igreja de São João Batista, e cidade nova, na beira do porto, onde ficam as trattorias e os cafés disputados principalmente no alto verão.

Riomaggiore

Fotos da Internet

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s